Menu principal

Simule o seu seguro

Animais Domésticos

Menu principal
Primeira cadeirinha auto

Primeira cadeirinha auto

Tem tudo preparado para a chegada do seu bebé? Pensamos sempre no berço, no carrinho, na roupinha que vai precisar durante os seus primeiros dias de vida, e em tudo o que pode fazer falta no hospital. Mas, muitas vezes, não nos lembramos ou preparamos de forma correta um dos aspetos mais importantes nesta fase: omo vamos levar o nosso recém-nascido de carro pela primeira vez para casa, e como o levamos nas viagens seguintes? Falta pensar na primeira cadeirinha auto!

O sistemas de retenção infantil mais adequado

Já pensou no sistema de retenção infantil para o seu bebé? Não se esqueça que o bebé deve viajar sempre na cadeira auto homologada e adaptada à sua altura e peso. E, quando dizemos homologada, dizemos que deve cumprir uma das duas homologações em vigor atualmente:  R44-04 e R-129. A primeira refere-se ao peso da criança e a segunda refere-se à altura. Mas, há mais algumas diferenças importantes que indicamos abaixo.

Por exemplo, as cadeiras auto aprovadas pela R-129 passam por crash tests laterais. São instaladas com o sistema de ancoragem Isofix (importante para evitar erros). Este é o regulamento que está a substituir o R44-04. A partir de setembro de 2025, os SRI aprovados de acordo com o R44-04 já não poderão ser comercializados, mas a sua utilização continuará a ser válida.

Primeira cadeirinha auto

Sabemos que adquirir um sistema de retenção infantil pode ser uma tarefa complicada. Assim, na Fundação MAPFRE ajudamos a ‘Escolher uma cadeira auto’. Aqui mostramos os diferentes SRI que pode encontrar no mercado de acordo com o crescimento da criança. Neste caso estamos a falar de recém-nascidos. Pelo que, primeiramente, devemos optar por um SRI tipo porta-bebés, do grupo 0, 0+ ou de 40 a 87 cm. São muito mais seguros que as alcofas, recomendadas apenas para determinados casos em que o bebé tem necessidades diferentes.

Evolução com o crescimento da criança

Os fabricantes já comercializam cadeiras que evoluem com o crescimento da criança, ou seja, um só sistema de retenção infantil poderá ser utilizado em todas as fases da vida de uma criança. No entanto, isto não é o mais recomendável. É que as necessidades do bebé não são as mesmas quando tem 1 ano ou quando tem 6 anos. Devemos substituir o SRI de acordo com o crescimento da criança. Assim, a cadeira auto vai mudando com ele, reforçando e protegendo os pontos mais importantes.

Todos os bebés devem ter uma posição semi-deitados e os bebés prematuros mais ainda. Por isso, os sistemas de retenção infantil, como os de 0 e 0+, têm redutores. São utilizados desde a saída da maternidade até ao peso e altura máxima indicada pelo fabricante. Este sistema permite que o bebé viaje mais deitado e com maior ergonomia. O bebé deve ir virado no sentido contrário à marcha durante os seus primeiros 15 meses. Na Fundação MAPFRE recomendamos viajar num SRI e, contra marcha o maior tempo possível, pelo menos, até aos 4 anos de idade.

Para que não exista qualquer dúvida, ao comprar o sistema de retenção infantil, recomendamos que o faça numa loja especializada, onde o podem aconselhar e esclarecer todas as suas dúvidas. Aproveite e verifique a compatibilidade do seu carro com a cadeira auto, podendo até fazer a demonstração de como instalar a cadeira corretamente. Veja aqui os nossos conselhos para escolher uma SRI.

O que não fazer

Evite comprar sistemas de retenção infantil em segunda mão. Porquê? Porque não sabemos que tipo de utilização teve, se está em bom estado, se sofreu algum acidente ou travagem brusca que possa alterar os seus materiais e, portanto, a sua proteção. Para além de que as cadeiras auto têm uma vida útil de, aproximadamente, 6 anos.

Depois de escolher a cadeira auto mais adequada, pratique como a instalar no seu carro. Siga as indicações do fabricante. Desta forma, quando chegar o momento de levar o seu bebé para casa, não terá dúvidas e não cometerá erros.

O que fazer no momento do parto?

Ao chegar o momento de dar à luz, mantenha a calma. Leve tudo o que preparou para o hospital.

No carro, não se esqueça de utilizar o cinto de segurança. Continua a ser muito importante. Não conduza. Deve ir como passageira, com a devida separação entre o banco e o painel. É preferível ir no banco traseiro para maior segurança porque o airbag do banco da frente pode ser perigoso ao estar grávida, principalmente nos últimos meses (há menos espaço pelo maior volume da barriga). É importante sentar-se o mais longe possível do painel.

Lembre-se, coloque sempre o cinto da seguinte forma: a faixa inferior do cinto passa por baixo do ventre e sobre os ossos da pélvis. A faixa superior deve passar por cima da zona média do esterno e da clavícula, sem ficar muito perto do pescoço. É importante que a faixa superior nunca fique sobre a barriga ou sobre um dos seios, nem por baixo do braço ou axila.

E à saída do hospital?

À saída do hospital, nunca faça a viagem de carro com o seu recém-nascido se não tiver o sistema de retenção infantil adequado. Nunca leve o bebé ao colo. Nesta altura já deve ter a cadeirinha auto e utilizar nesta primeira viagem e todas as seguintes. Além disso, lembre-se de colocar a cadeira auto de acordo com as indicações do fabricante e colocar o bebé corretamente. O cinto deve ficar bem colocado. 

Incline adequadamente a cadeira auto. No caso dos recém-nascidos, esta inclinação deve ser maior. Dado que eles não têm força na coluna nem no pescoço.

A cadeirinha auto deve ser instalada no banco traseiro e de preferência no banco central. Caso o banco não tenha o sistema Isofix, mas a cadeira sim, é preferível colocar no banco traseiro do lado direito, atrás do passageiro da frente. Aqui falamos sobre qual é o lugar mais adequado para colocar um SRI e qual a razão.

Esclareça com o seu médico qualquer dúvida que tenha e coloque o bebé na cadeirinha auto com roupa ligeira. Lembre-se que a roupa com volume pode fazer com que coloque de forma errada o cinto. O ideal é que o veículo tenha a temperatura ideal para que não seja preciso casaco. Para isso, é importante ter em conta que, ao optar por um saco de inverno para colocar na cadeira auto, siga as recomendações do fabricante do carro.

Recomendações para transportar um bebé prematuro ou de pouco peso.