Pular para o conteúdo

Sinistro: o que fazer?

Sinistro: o que fazer?
  • Comunique o sinistro à MAPFRE, por escrito, no mais curto prazo possível, nunca superior a 8 dias
  • Não se esqueça de se identificar (nome do Tomador e número de apólice) e indicar os dados e hora preferencial de contacto
  • Em sinistros relativos à cobertura de Responsabilidade Civil, comunique à MAPFRE o sucedido, sem assumir qualquer compromisso de indemnização ou qualquer responsabilidade perante terceiros
  • Junte à participação uma carta do lesado a reclamar os prejuízos sofridos, com a indicação do respetivo número de contribuinte (para efeitos de pagamento)
  • Tome as medidas ao seu alcance no sentido de prevenir ou limitar as consequências do sinistro
  • Sempre que possível, não altere nem remova, quaisquer vestígios do sinistro, sem acordo prévio da MAPFRE
  • Em caso de roubo, entregue à MAPFRE o comprovativo da participação às autoridades
  • Entregue à MAPFRE, o mais brevemente possível, os orçamentos para reparação que já possua, e/ou faturas/recibos das despesas que tenha pago

Conselhos úteis em caso de sinistro

  • Assinale o local do acidente com o triângulo de sinalização à distância regulamentar de 30 metros (cerca de trinta passos) e, se necessário, acenda as luzes de presença do seu automóvel bem como as luzes intermitentes
  • Vista o colete retrorrefletor
  • Independentemente da responsabilidade no acidente, deve sempre preencher juntamente com o outro ou outros condutores o impresso DAAA (Declaração Amigável de Acidente Automóvel)
  • Caso algum dos intervenientes recuse o seu preenchimento, deve sempre ficar com o registo da matrícula, da companhia de seguros, do número de apólices e, se possível, o nome do(s) condutor(es)
  • Anote a identificação completa das testemunhas presenciais
  • Anote se existiram feridos, ainda que ligeiros, lesões visíveis e respetiva gravidade
  • Em caso de feridos graves ligue imediatamente para o 112 e não tente mover ou deslocar os feridos, tente apenas mantê-los confortáveis e quentes. Anote a entidade hospitalar para onde são transportados e a entidade que efetuou o transporte de emergência
  • Em caso de fuga de algum dos veículos anote, sempre que possível, as matrículas respetivas e alerte as autoridades competentes
  • Se puder tire fotos ao local após o embate e envie-as à MAPFRE via MAPFRE Mobile
  • No caso de impossibilidade de assinatura da declaração amigável, sempre que haja lesões corporais ou alguns dos condutores não exibir documentos comprovativos do contrato de seguro, deve solicitar-se a presença das autoridades policiais
  • No caso de o acidente ocorrer no estrangeiro ou em Portugal com um veículo terceiro matriculado no estrangeiro siga cuidadosamente as instruções que aparecem no verso da sua Carta Verde, sob o título IMPORTANTE
Volta ao Topo