Menu principal

Simule o seu seguro

Animais Domésticos

Menu principal
Home > Sobre MAPFRE Portugal > Fundação MAPFRE > Viajar em Segurança > Transporte do recém nascido > Quando não completa todas as semanas de gravidez
Semanas de gravidez

Quando não completa todas as semanas de gravidez

Cada caso é um caso e há muitos fatores a ter em conta na altura de escolher a melhor forma de viajar de automóvel com um bebé que nasce antes de completar todas as semanas de gravidez. Embora, ofereçamos algumas recomendações, o mais importante é que siga as instruções dadas pelo médico. Nascer um mês antes não é o mesmo que nascer dois, ou mesmo três meses antes da data prevista.

Quando é que um bebé é considerado prematuro?

A Organização Mundial de Saúde (OMS), define que um bebé é prematuro quando nasce antes de completar as 37 semanas de gravidez. Visto que, normalmente, a gravidez dura 40 semanas. Estima-se que 15 milhões de bebés nascem prematuros todos os anos (mais de 1 em cada 10 bebés). Como não completam as 40 semanas de gravidez, não estão totalmente preparados para a vida fora do útero. De facto, constipam-se com mais facilidade e podem precisar de mais apoio na alimentação do que os bebés que chegam ao fim de uma gestação completa. Dado que os seus corpos ainda não estão completamente desenvolvidos, podem ter problemas respiratórios e sofrer de outras complicações, tais como infeções.

Tem um bebé prematuro e não sabe como o transportar durante uma viagem de carro?

Transporte o bebé num sistema de retenção infantil aprovado, adaptado à sua altura e peso a partir do momento em que saia do hospital o coloque num veiculo. A legislação é muito clara. Por isso, e devido às circunstâncias especiais dos bebés prematuros, podem surgir dúvidas sobre a forma como devem viajar.

Todos os bebés devem estar numa posição semi recostada e os bebés prematuros ainda mais. Por isso, os sistemas de retenção infantil destinados aos mais pequenos, tais como 0 e 0+, têm banco elevatórioAqui falamos detalhadamente sobre este sistema. Os bancos elevatórios são concebidos para bebés desde a primeira viagem e até um peso e altura máximos normalmente indicados pelo fabricante. Através deste sistema o bebé pode viajar mais deitado e com maior ergonomia. É, claro, que, durante os primeiros 15 meses, tem de utilizar o SRI em contramarcha durante o maior tempo possível e, pelo menos, até aos 4 anos de idade. 

Quando deve usar uma alcofa

Um  bebé prematuro e, sobretudo, com dificuldades respiratórias, é melhor ir completamente deitado. Neste caso, deve utilizar uma alcofa. Já que, nas alcofas, o bebé costuma ir menos preso, embora atualmente já existam dispositivos especialmente concebidos para evitar que isso aconteça. Assim, o bebé deve viajar deitado e em orientação perpendicular à marcha. Além disso, a cabeça deve ficar posicionada na área central, de forma a evitar riscos em caso de colisão lateral.

A posição de semi-sentado pode afetar um bebé prematuro e causar apneias ou mesmo problemas no desenvolvimento. As apneias são pequenos intervalos respiratórios de pelo menos 20 segundos e, de acordo com a sua frequência e duração, podem significar um grave risco para a saúde do bebé. Não é recomendável que um bebé passe muitas horas sentado numa cadeira auto. Por isso, deve parar a cada hora e retirar o bebé da cadeira.

Quando precisa de equipamento próprio

Caso o bebé prematuro necessite de monitores, oxigénio ou outro equipamento, viaje com eles. Embora, não exista um sistema indicado para fixar os instrumentos médicos portáteis, assegure-se que os mesmos ficam bem fixos e em segurança.

A opção de escolher um ou outro sistema depende de cada caso. Assim, é importante que consulte um especialista em recém-nascidos, explique a situação do bebé e questione sobre qual melhor forma de viajar. Não se esqueça que ao optar por alcofas, mesmo que estas sejam a melhor opção, estas oferecem menos proteção em caso de acidente. Assim, evite todas as viagens desnecessárias enquanto seja aconselhável que o bebé viaje numa alcofa.

Nunca, em circunstância alguma, viaje com o seu bebé no colo ou sem um sistema de retenção infantil. Em caso de acidente, o bebé pode ser esmagado ou mesmo lançado para fora do veículo. Os braços de uma mãe nunca irão segurar tão firmemente o bebé como um sistema de retenção infantil.

O que fazer na hora de transportar o bebé

Quando colocar o bebé na cadeira auto, verifique que a mesma está colocada de forma correta. Quer seja com o cinto de segurança ou com um sistema Isofix. Siga sempre as especificações do fabricante, de forma a evitar erros. O mesmo se aplica ao fixar o arnês. Este deve ser bem apertado, mas sem sufocar. O ideal é que tenha espaço para conseguir inserir dois dedos.

Como saber que o recém-nascido está devidamente colocado na cadeira?
  • As costas estão completamente apoiadas e a cabeça no lugar indicado.
  • O bebé não e consegue mover no SRI
  • As nádegas permanecem bem apoiadas na parte inferior da cadeira.

Em nenhum momento viaje com um bebé sem ter a certeza que o sistema de retenção infantil está bem instalado e que o bebé está devidamente seguro. 

Compre a cadeira auto numa loja especializada, onde todas as informações serão dadas e as dúvidas esclarecidas. A maioria destas lojas também explicam como instalar bem a cadeira auto. Por fim, nunca é demais reforçar a importância de seguir as instruções do pediatra ou do neonatalogista ao determinar qual é a forma mais segura de viajar para o bebé, principalmente quando este nasce antes de completar todas as semanas de gravidez.