Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|HOGAR-32~|

Casa

Informações úteis

Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|MASCOTAS-32~|

Animais Domésticos

Menu principal
Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|VIDA-Y-DECESOS-32~|

Vida

Menu principal

Profissionais Liberais

Home > Sobre MAPFRE Portugal > Fundação MAPFRE > Viajar em Segurança > Segundo meio de transporte > Motivos pelos que muitos autocarros continuam sem levar sistemas de retenção infantil
autocarros e sistemas de retenção infantil

Motivos pelos que muitos autocarros continuam sem levar sistemas de retenção infantil

Já não há nenhuma dúvida: o cinto de segurança salva vidas, evita colisões violentas ou ser lançados para fora do veículo.

Da mesma forma,  existe um tipo de cinto de segurança especial para as crianças, adaptado ao tamanho e características: normalmente, chamamos de sistema de retenção infantil, as cadeiras auto ou sistemas semelhantes para transportar a criança, tal como o cinto, evita maiores danos no caso de acidente.

 Desde outubro de 2007 é obrigatório que os autocarros novos tenham cinto de segurança em todos os bancos e o próprio regulamento geral da estrada também indica que é obrigatória a sua utilização para as crianças a partir de 3 anos.

Porém, por questões económicas não é possível renovar todos os autocarros de uma empresa de um dia para outro, e muitas vezes não é possível incorporar cintos de segurança a um autocarro já fabricado, a lei não obriga a instalação e estabelece um período de transição: se o autocarro não tem mais de 10 anos pode continuar em serviço mesmo sem cintos. Para promover esta renovação da frota, está a pensar-se em incentivar com um limite de velocidade maior e equiparável ao dos automóveis nas estradas convencionais.

Na verdade, o período pode ser ainda mais longo, lembre-se do regulamento sobre transporte escolar: se o autocarro foi registado antes da entrada em vigor da obrigação e já era utilizava para o transporte escolar, pode continuar até 16 anos. Isto é, podemos encontrar autocarros sem cinto de segurança até o ano 2023.

O mesmo acontece com os sistemas de retenção infantil, a lei não obriga os autocarros a levarem cadeiras auto, ao entender que é muito complexo para as empresas dde transporte ter diferentes cadeiras auto, para diferentes idades, em todos os autocarros, sem a certeza de quantas unidades levar e a montar e desmontá-las.

Desta forma, é voluntaría a utilização do SRI nos autocarros. Algumas empresas podem fornecer uma cadeira auto quando solicitada com antecedência. Também depende da empresa cobrar ou não uma taxa pela cadeira, mas não costuma ser cobrado.

Sempre existe a opção de que os pais levem a sua própria cadeira auto e a instalem no banco, é claro que deve ser compatível com o banco do autocarro e possa ser montada e colocada corretamente, tal e como vimos há alguns dias.