Menu principal

Simule o seu seguro

Animais Domésticos

Menu principal
Home > Sobre MAPFRE Portugal > Fundação MAPFRE > Viajar em Segurança > Hábitos a corrigir > 7 ações de segurança rodoviária para chegar ao Objetivo Zero vítimas
segurança rodoviária

7 ações de segurança rodoviária para chegar ao Objetivo Zero vítimas

Zero vítimas nas estradas com apenas 7 ações de segurança rodoviária. Este é o objetivo que todos nós perseguimos. E estamos certos de que pode ser alcançado, especialmente se cada condutor, peão e ocupante fizer a sua parte.

Como pais, temos o dever de incutir hábitos preventivos de segurança rodoviária aos nossos filhos, tanto como peões, como passageiros nas cadeiras  auto.

Quanto mais eles souberem que nos preocupamos com a sua segurança, mais este conceito está na sua vida. Assim, quando forem adultos, vão também eles dar o seu contributo para melhorar estes aspetos do dia a dia, transmitindo-os aos seus próprios filhos.

Ações de segurança rodoviária

Estas são as ações de segurança rodoviária que todos podemos adotar na nossa vida diária, para contribuir para um futuro melhor e sem vítimas. Quando falamos de vítimas, falamos de todos aqueles que, num acidente na estrada, têm ferimentos mais ou menos graves, ou que perdem a vida.

1. Consciencialização

Em primeiro lugar, é preciso estar ciente de que somos uma parte ativa do trânsito. Por isso, temos nas nossas mãos a chave para evitar acidentes! Sabendo que não são apenas mais um número, as pessoas que tomam decisões e participam no trânsito vão tornar-se melhores e mais responsáveis condutores.

2. Agir responsavelmente

É essencial assumir a responsabilidade quando estamos ao volante. Dessa forma, devemos conduzir a cem por cento das nossas capacidades, não beber álcool e manter toda a nossa atenção na estrada. Estas são medidas essenciais.

3. Respeitar os outros condutores e peões

Da mesma forma, o respeito faz tanto parte (ou ainda mais) da segurança rodoviária como os sistemas de segurança do automóvel. Assim, se respeitarmos as manobras dos outros, se não buzinarmos e se compreendermos os erros dos outros, estaremos a contribuir para uma condução mais segura.

4. Crianças são o futuro da segurança rodoviária

Dê o exemplo, de forma a que a sua criança se torne um condutor e peão responsável no futuro, consciente do que está a fazer. Procure esclarecer as dúvidas que surgem no dia a dia, para que no futuro não existam quaisquer questões de como deve atuar.

5. Os bons hábitos ficam sempre

Quando colocar os seus filhos na cadeira auto, faça com que seja um ritual diário positivo, sentando-os da forma correta! Verifique os arneses e os fechos, e ajuste corretamente os cintos de segurança. Assim que der conta, esta repetição já se terá tornado um hábito positivo.

6. Dê o exemplo

Use sempre, e corretamente, os cintos de segurança.

7. Fale com os seus filhos

Explique-lhes a razão das regras, como se devem comportar de maneira segura lá fora, e porque não devemos ser influenciados se outras pessoas não seguirem as regras da mesma forma.

Em síntese, estas são pequenas ações e gestos que têm um grande impacto no comportamento presente e futuro de condutores e peões, e que todos nós podemos assumir diariamente.