Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|HOGAR-32~|

Casa

Informações úteis

Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|MASCOTAS-32~|

Animais Domésticos

Menu principal
Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|VIDA-Y-DECESOS-32~|

Vida

Menu principal

Profissionais Liberais

Home > Sobre MAPFRE Portugal > Fundação MAPFRE > Viajar em Segurança > Gravidez e condução > Conselhos sobre o uso do cinto nas mulheres grávidas.

Conselhos sobre o uso do cinto nas mulheres grávidas.

Fundação MAPFRE oferece alguns conselhos às mulheres grávidas para reduzir o risco que possam sofrer, com especial destaque para o uso do cinto de segurança.

Recordamos que o uso do cinto continua a ser obrigatório em todos os bancos do veículo, independentemente da duração da viagem. Em primeiro lugar, lembre-se que um cinto de três pontos é muito mais seguro do que um cinto de dois pontos, já que a faixa superior ou torácico dos cintos de três pontos proporciona um elevado nível proteção em caso de acidente. Na verdade, as mulheres grávidas devem evitar usar cinto de segurança de dois pontos, sempre que possível (alguns veículos ainda têm cinto de segurança de dois pontos no banco traseiro). No entanto, usar um cinto de dois pontos é mais seguro do que viajar sem cinto.

Para colocar corretamente o cinto de três pontos, a faixa pélvica deve ser colocada sobre a virilha e debaixo da barriga,  enquanto a faixa superior deve passar entre os seios. Além disso, devem ser evitados erros comuns tais como colocar a faixa superior atrás das costas ou debaixo do braço ou sentar-se na parte superior da faixa inferior.

Quanto aos outros dispositivos de segurança, é de notar que o airbag ainda oferece segurança à grávida, embora a distância entre o painel e o corpo da mulher (ou entre o volante e o seu corpo) deva ser aumentada o máximo possível. A distância mínima para evitar riscos é de 25 centímetros, e no caso de algum impacto ativar o airbag, deve ser consultado o obstetra para avaliar o desenvolvimento do feto.

Por último e para aumentar o conforto, recomendamos ajustar a posição do volante à parte superior do peito ou tórax em vez da barriga e também colocar o encosto na posição vertical, mais segura que a reclinada. Ao fazer uma viagem longa, é aconselhável aumentar o número de paragens para que a grávida ande e ative a circulação.

Após o parto é recomendável consultar o médico e confirmar se é melhor esperar três semanas antes de voltar a conduzir, ou seis se o parto foi de cesariana. Quanto ao recém-nascido, é necessário preparar-se com antecedência e utilizar uma cadeira auto desde a primeira viagem do hospital para casa.