Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|HOGAR-32~|

Casa

Informações úteis

Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|MASCOTAS-32~|

Animais Domésticos

Menu principal
Menu principal

Simule o seu seguro

371691~|mapfre~|VIDA-Y-DECESOS-32~|

Vida

Menu principal

Profissionais Liberais

Home > Sobre MAPFRE Portugal > Fundação MAPFRE > A Cadeira Mais Segura > Conselhos práticos > Que elementos de segurança posso acrescentar ou retirar de uma cadeira auto?
elementos de segurança de uma cadeira auto

Que elementos de segurança posso acrescentar ou retirar de uma cadeira auto?

Uma cadeira auto ou sistema de retenção para crianças é composto por diferentes elementos de segurança. Dependendo do grupo da cadeira ou do tamanho no caso da homologação i-Size, podemos encontrar almofadas, elementos acolchoados para as costas e elementos de fixação lateral, arneses, protetores dos arneses e muitos outros elementos.

O mais importante, antes de considerar retirar ou acrescentar elementos a uma cadeira auto, é que esteja homologada e adaptada às características físicas da criança.

Depois de nos certificarmos disto, consideramos quais as partes do sistema de retenção para crianças podemos trocar ou remover. Normalmente muito poucos elementos permitem isto, porque tudo na cadeira está pensado para garantir a segurança das crianças.

Por exemplo, não é recomendável retirar o encosto dos bancos elevatórios que fazem parte deles. Em modelos antigos, o encosto era desmontável e era possível retirar, mas com o tempo comprovou-se que os benefícios de dispor do encosto e, sobretudo, elementos de proteção lateral para a cabeça, eram importantíssimos.

Estes reforços laterais costumam ser almofadas capazes de acomodar a cabeça e protegê-la em caso de um acidente com colisão lateral, por isso retirá-los da cadeira auto (junto com o encosto) significa reduzir a segurança do conjunto.

Nos SRCs menores, os do Grupo 0/0+, os mais conhecidos, existem elementos que podem ser retirados, e outros que é possível acrescentar. Isso ocorre porque os bebés podem precisar de alguma ajuda para se adaptarem à cadeira. Nunca se esqueça que, ao serem colocados ou retirados, deve seguir as recomendações do fabricante.

Por exemplo, quando são recém-nascidos é possível acrescentar ao SRC um redutor, um acessório acolchoado que se adapta melhor ao reduzido tamanho do bebé, para que os arneses se ajustem corretamente e o bebé não se mova quando sairmos com o carro. Com poucas semanas já poderá retirar o redutor.

Por outro lado, antes de mudar para uma cadeira do Grupo 1, é possível que seja preciso retirar outro acessório acolchoado que vem de série, normalmente, nos Grupos 0 e 0+. Isto acontece quando o bebé não tem tamanho suficiente para que os arneses fiquem bem ajustados em condições normais.

Acima de tudo, o que deve fazer é consultar o manual de instruções do SRC para saber quais os acessórios que podem ser retirados ou acrescentados sem colocar em perigo a capacidade de proteção da cadeira auto. Não devemos eliminar um acessório ou utilizar um novo sem o consultar antes (e certifique-se de que esteja devidamente homologado).