Pular para o conteúdo

Brrr…tiritar de frio, mas com protector solar!

Brrr…tiritar de frio, mas com protector solar!

Com a queda dos primeiros flocos é altura de retirar o protector solar e a máscara de esqui dos armários e partir em direcção às montanhas, para umas divertidas e merecidas férias.

Mas, para que os deslizes sejam apenas nas pistas e prazenteiros, conheça o nosso top 5: dicas de férias na neve.

1. Antes de partir para a aventura

Para além dos habituais conselhos de viagem, as férias na neve exigem alguma preparação ao nível dos equipamentos a utilizar. Verifique, por isso, a sua tábua/esquis no início da temporada, em particular, o estado das fixações, da sola e das arestas. Para além disso, assegure-se que o equipamento é ajustado ao seu nível técnico e peso, recorrendo se necessário à ajuda de um técnico especializado. Não se esqueça de colocar na mala os óculos, as luvas, o gorro, roupa apropriada e o capacete.

Uma vez que em Portugal há apenas uma estância de esqui, faça as reservas com antecedência. Caso deseje ir para a vizinha Espanha ou para outros destinos, é bom lembrar que a prática de desportos de inverno é fisicamente exigente, pelo que é preferível estadias mais longas, em que possa gozar as suas férias e recuperar. Finalmente, escolha locais perto das pistas, uma vez que nos períodos de maiores nevões os acessos poderão estar cortados.

2. Esquiar ou snowboarding?

Enquanto que o esqui é adequado para os que gostam de passear a altas velocidades por toda a estância, o snowboard é mais indicado para os apreciadores de acrobacias radicais. Em qualquer um dos casos, se nunca teve contacto com este tipo de desportos, recomendamos que participe em aulas de iniciação.

3. Cuidados diários

Qualquer uma das actividades, praticada em ambientes secos e a elevada altitude, aumenta os níveis metabólicos. Exigem, por isso, um esforço suplementar do organismo e, como tal, uma maior necessidade de hidratação e de ingestão de hidratos de carbono e glícidos para uma rápida reposição de energias. A exposição solar a uma maior altitude requer também cuidados especiais: protectores solares adequados ao tipo de pele, protector solar para os lábios e óculos de sol/neve de boa qualidade.

Fundamental, ainda, é verificar as condições climatéricas – as montanhas são um ambiente específico e muitas vezes instáveis, com variações climatérias drásticas em curtos períodos de tempo. Para além dos boletins metereológicos não se esqueça de ver também os riscos de avalanche, disponíveis em todas as estâncias.

4. Pistas verdes, azuis, vermelhas ou pretas?

As pistas encontram-se marcadas e delimitadas, com sinalizações e classificações próprias, a saber: pistas verdes (fácil), pistas azuis (intermédias), pistas vermelhas (difíceis) e pistas pretas (muito difíceis). Estude os mapas das pistas e, em função do seu nível de experiência, capacidade física, condições climatéricas, terreno e tráfego, adapte a sua velocidade.

Não se esqueça que, caso necessite de ajuda nas pistas, deverá levantar e acenar ambos braços como forma de sinalização.

5. A montanha

Ainda que bela, a montanha oferece alguns perigos aos quais convém ter em atenção, nomeadamente as fendas dos glaciares, as falésias, os picos, as rochas escondidas, entre muitos outros. Há que ter em conta ainda, factores variáveis como a altitude, a temperatura, a exposição solar e as avalanches. Por isso, recomendamos vivamente que não pratique esqui ou snowboradfora de pistas sozinho - é preferível ir acompanhado com guias devidamente qualificados.

A melhor dica que lhe podemos dar para umas férias na neve divertidas e sem sobressaltos é prudência: antes de partir, e até mesmo na estância, avalie sempre todas as condicionantes e os seus próprios limites.

 

Fonte: "Conselhos e cuidados em férias de neve", in Portal Aventuras [em linha], 2010, http://www.portalaventuras.pt/index.php/TURISMO/informacao_ao_turista/1424-Conselhos-cuidados-frias-neve.html [consultado em 30.11.2010].

Volta ao Topo