Pular para o conteúdo

Eu gosto é do verão…

Eu gosto é do verão

… em segurança. Tendo sido celebrado o Dia Mundial da Criança e já com as férias à porta, recordamos como proteger os mais pequenos nas casas de férias.

Não nos devemos esquecer que, fora do seu ambiente habitual, as crianças estão mais vulneráveis a acidentes

1. Escadas

Para evitar as quedas nas escadas, estas devem ser protegidas com cancelas fixadas correta e solidamente no início e no fim das escadas. No entanto, a existência da cancela, só por si, não evita o acidente. É necessário que tenha uma altura superior a 65 cm e que a distância entre os prumos seja de 6,5 cm, para que a criança não a trepe:  

2. Janelas

No caso das janelas deverão ser colocados “limitadores de abertura”, com uma abertura máxima de 10 cm. Desta forma o ar circula e evita-se a queda da criança. Idealmente, estes dispositivos exigirão dois movimentos coordenados para abrir a janela e, simultaneamente, dificultar o manuseamento por crianças pequenas.  

3. Varandas

Coloque uma guarda de proteção com 1,10 m de altura com travessas verticais e com uma distância entre os prumos inferior a 10 cm, tendo em atenção que a criança não consiga passar por debaixo da guarda.  

4. Parque

Em função das medidas de segurança, o parque poderá ser utilizado para proteger a criança quer disponibilizando o espaço para a criança brincar, quer utilizando-o como “prisão” dos perigos que a casa oferece. Se optar por utilizar o parque para a criança brincar, certifique-se que escolhe um modelo espaçoso, que obedeça às normas europeias de segurança, que não seja escalável, sem aberturas e onde seja possível prender a corrente da chucha. Não obstante, utilize o parque por períodos de tempo curtos e só mesmo quando for indispensável.

5. Brinquedos

Os brinquedos devem ser apropriados à idade da criança e ao tamanho do seu quarto. Se tiver filhos de idades diferentes, tenha em atenção aos brinquedos dos irmãos mais velhos: procure que cada criança tenha e reconheça um espaço próprio para os seus brinquedos. Assim, habitue as crianças a arrumar os seus brinquedos, pois quando estão fora do sítio são grandes fontes de acidentes para miúdos e graúdos.

Tenha ainda atenção:

  • crianças com menos de 3 anos: use objetos com diâmetro superior a 3,2 cm;
  • perigo de sufoco: peças soltas e fios compridos;
  • brinquedos com pilhas: compartimento bem fechado e de difícil abertura para a criança  

6. Produtos Tóxicos

E, finalmente, uma palavra sobre os produtos tóxicos:

  • embalagens: escolha os que têm tampa de segurança, mantenhas-as fechadas e fora do alcance das crianças.
  • medicamentos e produtos tóxicos: não deverão estar misturados no mesmo frasco, nem em frascos que não sejam os do próprio medicamento, pois pode induzir a criança em erro e levá-la a ingeri-los.
  • medicamentos não usados: devolva-os na farmácia, nunca os deite no lixo normal ou noutros locais onde as crianças possam ter acesso.


Fonte: "A sua casa", in APSI [em linha], 2011, http://www.apsi.org.pt/conteudo.php?mid=24101112,2410111211,2019,2081 [consultado em 2011.06.30]

Volta ao Topo