Pular para o conteúdo

No poupar está o ganho!

No poupar está o ganho!

No mês em que se assinala o Dia Mundial da Poupança, pensámos em si, dando-lhe a conhecer os principais factores a ter em conta na selecção do Plano de Poupança Reforma (PPR): uma excelente forma de preparar o seu futuro e de, simultaneamente, beneficiar de deduções no IRS.

São apenas 4 os factos essenciais que necessita de saber, para seleccionar o seu PPR ideal.

Tipo de Plano

  • seguros: normalmente com garantia de capital e garantia de rendimento mínimo (quase sempre presentes), oferecem ao cliente uma participação nos resultados. De acordo com a APS – Associação Portuguesa de Seguradores - esta participação existe frequentemente e não tem paralelo noutros produtos financeiros. Acompanham as taxas de juros de referência do mercado. Note-se, porém, que os PPR com garantia de capital cobram, em geral, comissões mais elevadas.
  • fundos (de pensões ou investimentos): com comissões de gestão geralmente mais baixas, nunca garantem um capital mínimo. O capital pode ou não ser investido no mercado accionista, sendo que os que investem em acções têm maior risco associado.

Idade

  • menos de 40 anos: opte por um investimento com maior liquidez: um fundo misto, de acções e obrigações.
  • maiores de 40 anos: aplique até ao montante em (?) que se confira a dedução fiscal máxima.
  • entre 40 e 50 anos: se ainda lhe faltam entre 10 a 20 anos para alcançar a reforma, é preferível investir num PPR, sob a forma de fundos de acções. O potencial de valorização é bastante maior e o prazo alargado reduz o risco.
  • mais de 50 anos: arrisque menos e opte por um Plano sob a forma de seguros, com garantia de capital.

Condições para levantar o dinheiro

Só após a reforma ou a partir de uma certa idade, exceptuando-se os seguintes casos.

  • desemprego prolongado;
  • doença grave;
  • incapacidade para o trabalho.

Benefícios Fiscais

  • Idade do Tomador: menos de 35 anos
    Benefício Fiscal Máximo Anual: 400 Euros
    Entrega: 2.000 Euros

  • Idade do Tomador: de 35 a 50 anos
    Benefício Fiscal Máximo Anual: 350 Euros
    Entrega: 1.750 Euros

  • Idade do Tomador: mais de 50 anos
    Benefício Fiscal Máximo Anual: 300 Euros
    Entrega: 1.500 Euros  

Fonte: Sete dicas para poupar 3.300 euros no IRS", in Diário Económico [em linha], 2009, http://economico.sapo.pt/noticias/sete-dicas-para-poupar-3300-euros-no-irs_72579.html [consultado em 26.10.2009];""PPR: planear a reforma", in DECO PROTESTE [em linha], 2007, http://www.deco.proteste.pt/poupanca-e-investimento/ppr-planear-a-reforma-s507341.htm [consultado em 26.10.2009];"Rendibilidade dos Seguros de Vida PPR é positiva", in Associação Portuguesa de Seguradores [em linha], 2009, http://www.apseguradores.pt/Site/Content.jsf?ContentId=1323 [consultado em 26.10.2009].

Volta ao Topo