Pular para o conteúdo

8 Dicas para uma Black Friday segura online

8 Dicas para uma Black Friday segura online

Para que a Black Friday seja um momento terapêutico (retail therapy) e não um pesadelo, esteja atento as estas nossas recomendações, para as compras online.

1. Redes sem fios, mas com anzois: o wireless e o phishing…
Evite a utilização de redes sem fios (wireless) em sinal aberto. Sabia que todas as informações que disponibilizar nas páginas que consultar, podem ser acedidas por outras pessoas?
Por outro lado, fica mais vulnerável ao phishing, ou seja, a que uma entidade fraudulenta se faça passar por uma entidade idónea e recolha ilicitamente os seus dados pessoais.
Por isso, já sabe, caso necessite de utilizar uma rede wireless desprotegida, deverá sempre alterar as suas passwords logo que estiver ligado a uma rede segura e da sua confiança.

2. Antes da casa roubada, veja se há cadeado SSL na porta
O SSL (Secure Socket Layer) é um certificado de segurança que encripta todos os dados que circulem nas páginas por ele protegidas. Sempre que uma página está protegida por este sistema, o endereço do sítio web começa por https, em lugar do habitual http, e é acompanhado pela imagem de um cadeado fechado (à esquerda). Proteja os seus dados, privilegiando a utilização de páginas seguras.

3. Quem vê caras, não vê transações!
Por isso, siga as nossas 3 regras de ouro, para garantir que está a aceder a um sítio web seguro e que o estabelecimento comercial é real:
  a) verifique se o estabelecimento tem formas de contacto alternativas: uma morada postal real e/ou um número de telefone válido;
  b) leia os comentários de outros utilizadores sobre o serviço. O ideal é deixar de lado os comentários exagerados, sejam bons ou maus, e focar-se em aspetos concretos que os consumidores comentam sobre o serviço;
  c) leia as condições e prazos de entrega das encomendas, bem como a política de devoluções e reembolsos.

4. Emailzinho com rabo na boca
Resista à tentação de clicar em todas as hiperligações de emails promocionais, por mais segura que seja a sua fonte. Antes de comprar o quer que seja, dê à chave da ignição de um motor de busca e pesquise outras ofertas, compare preços e condições.

5. Quem semeia emails, colhe spam
Sempre que preencher um formulário, procure saber como é que os seus dados vão ser armazenados, como os pode consultar e quem terá acesso aos mesmos. Esta é uma forma importante de evitar spam.
E, já sabe, se criar uma password escolha uma diferente da que utiliza para aceder ao seu email ou a qualquer outro sítio web que necessite autenticação.

6. O papel principal é seu e só seu
Imprima, em papel ou PDF, os recibos de confirmação do final feliz da sua encomenda. É fundamental ter alguma alguma prova de que a sua compra foi efetuada com sucesso.

7. Um extrato com substrato…
Verifique se todos os valores que pagou online foram debitados na quantia exata que lhe foram mostrados no sítio web. Caso identifique alguma incongruência, peça de imediato ajuda ao seu gestor de conta e contacte rapidamente o sítio web onde efetuou a compra.

8. Maior e vacinado
E, finalmente, não podemos deixar de alertar para a necessidade de manter atualizados os antivírus dos seus dispositivos. Um antivírus devidamente atualizado é meio caminho andado para evitar sustos e situações incómodas.

Boas compras!


Fonte: "Shopping", in Get Safe Online Free expert advice [em linha], 2015, https://www.getsafeonline.org/shopping-banking/shopping1/ [consultado em 01.12.2015]  

Volta ao Topo