Menu principal

Simule o seu seguro

Animais Domésticos

Menu principal
Menu principal

Home 5 Particulares 5 Noticias 5 MAPFRE Green alert #outubro

MAPFRE Green alert #outubro

7 conselhos práticos para ter um estilo de vida mais sustentável

A Terra é a nossa casa – e é o único planeta que temos. Salvaguardar a biodiversidade, lutar contra a poluição, reduzir o desperdício e contribuir para a construção de um mundo mais verde é urgente. Na MAPFRE, a #ParteQueNosToca neste futuro traduz-se em milhares de pequenos gestos rumo ao objetivo comum de proteger o planeta e avançar em direção a um modelo melhor de sociedade.

Para reduzir a pegada ecológica e adotar um estilo de vida mais sustentável, a MAPFRE sugere alguns gestos simples que podem fazer toda a diferença.

  1. Consumir alimentos cultivados localmente
    Os alimentos sazonais são mais amigos do ambiente e económicos. Ao comprar localmente, apoiam-se os agricultores da comunidade, evitam-se consumos energéticos em viagens longas e evita-se que terras agrícolas sejam transformadas para outros fins. Existem várias soluções de fornecimento de hortícolas produzidas ao redor das zonas urbanas por produtores locais que evitam o acesso a intermediários. Ou seja, passam diretamente do prado para o prato. Hortas urbanas são também uma hipótese de produzir, pelo menos, parte dos seus próprios alimentos – o que dependerá do espaço e tempo que tem para o fazer.
  2. Dizer “adeus” ao plástico e a outros materiais de uso descartável
    O plástico – e especialmente o microplástico – está presente em todo o lado, incluindo nos alimentos que consumimos. Todos os anos, milhares de aves marinhas, tartarugas, focas e outros mamíferos marinhos morrem com a ingestão de plásticos e outras fibras e objetos artificiais. Não sendo a solução de todos os problemas, a utilização de sacos reutilizáveis nas compras, ou a reutilização de garrafas, copos e outros, podem ser um primeiro passo.
  3. Fazer compostagem doméstica
    A renovação é uma componente chave da vida sustentável. Em vez de deitar os restos de comida para o lixo, porque não criar um sistema de compostagem para transformar os resíduos em alimento para as plantas, criando um solo mais saudável? Várias autarquias têm já sistemas domésticos de compostagem que podem ser utilizados. Se a sua autarquia não tiver, existem diversas formas de realizar esta compostagem – na cidade ou no campo.
  4. Conduzir menos e de forma mais ecológica
    Diminuir o número de viagens de automóvel vai ajudar não só a poupar o ambiente, mas também a carteira. Andar a pé, de bicicleta ou de transportes públicos – de preferência, metro e comboio, que funcionam com eletricidade – são algumas das alternativas que contribuem para a redução das emissões de carbono e, consecutivamente, para uma pegada ambiental muito menor. O mesmo se aplica às viagens de avião – um dos meios de transporte mais poluentes atualmente. Vários países já optaram por políticas de redução das viagens de avião e a sua substituição pela ferrovia.
  5. Reduzir o consumo de energia e de água

    Consumir menos é determinante para reduzir a nossa pegada ecológica. Pequenos gestos como apagar as luzes, mudar o tipo de lâmpadas e não depender totalmente de aparelhos elétricos e eletrónicos contribuirá para a redução do consumo energético que ainda se baseia em parte em fontes não renováveis. Para usar mais renováveis, porque não apostar na microgeração ou autoconsumo, que permitem produzir eletricidade de origem solar, através da instalação de painéis solares fotovoltaicos? Por outro lado, o consumo de água pode ser facilmente reduzido com gestos simples, tais como fechar a torneira ou colocar redutores de água nas suas torneiras.
  6. Comprar com consciência
    Cada produto que compramos tem uma pegada ambiental, desde os materiais utilizados para o criar até à poluição emitida durante o seu fabrico. Comprar em segunda mão é uma escolha mais responsável e económica – quer se trate de roupa, artigos de decoração ou outros equipamentos.
  7. Investir com responsabilidade
    Construir um futuro sustentável depende, em larga medida, da ação das empresas. Investir com responsabilidade faz parte do seu papel e nunca foi tão importante. Consciente desta necessidade, em fevereiro deste ano, o Grupo MAPFRE adquiriu 26% do capital da La Financière Responsable (LFR), uma empresa especializada em fundos indexados aos critérios ESG (Environmental, Social and Governance). Esta nova aquisição reforça o compromisso da MAPFRE com as questões ecológicas, numa união que irá permitir desenvolver produtos socialmente responsáveis (SRI) ao longo dos próximos anos, nomeadamente o Fundo de Inclusão.

MAPFRE e #AParteQueNosToca

A sustentabilidade é, desde sempre, parte integrante do modelo de negócio da MAPFRE. Por essa razão, criou o movimento #AParteQueNosToca, com o objetivo de proteger o planeta e as pessoas. Assumindo os seus compromissos públicos na área ambiental, social, de gestão e negócio, o grupo pretende que, em 2030, 100% dos países onde está presente sejam neutros em carbono.

Calcule o seu seguro agora

Auto
Habitação
Vida
MAPFRE reconhecida no Sustainability Yearbook 2024

MAPFRE reconhecida no Sustainability Yearbook 2024

MAPFRE novamente selecionada como uma das empresas líderes mundiais em sustentabilidade: incluída pelo quinto ano consecutivo no Sustainability YearBook 2024 Esta publicação anual da S&P Global, classifica as empresas mais comprometidas com a sociedade e planeta....

Saber mais
A Inteligência Artificial também está na MAPFRE

A Inteligência Artificial também está na MAPFRE

Na MAPFRE acreditamos que os últimos avanços em inteligência artificial são, provavelmente, os mais transformadores nos últimos anos ao nível da sociedade, pessoas e empresas. Os clientes exigem serviços cada vez mais imediatos, personalizados e com preços altamente...

Saber mais