Pular para o conteúdo

Vitória para o barco MAPFRE na Corrida à Volta da Ilha de Hong Kong

VOR - Etapa 4

Um brilhante desempenho da equipa MAPFRE no segundo ataque às águas de Hong Kong. Após um início doloroso, em condições de vento claramente fracas e instáveis, a equipa assumiu o comando da Corrida à Volta da Ilha de Hong King. Chegou ao vento primeiro e por isso o barco MAPFRE ficou com uma clara vantagem, terminando 14 minutos antes do segundo e 25 minutos antes do terceiro barco, a equipa local Scallywag.

Pablo Arrarte, no comando do MAPFRE nas corridas portuárias, explicou: "Sabíamos que o início seria muito importante, especialmente porque na área inicial da baía não havia vento. Obviamente, o primeiro barco a alcançar o vento, que estava um pouco mais distante, teria a vantagem. Tivemos a corrente a nosso favor no início. Praticamos muito antes do início com os tempos e as distâncias, e estávamos na posição que achamos correta. Vimos que alguns barcos vieram muito perto de nós, mas vimos que iriam começar antes do tempo e foi o que aconteceu, tiveram que voltar para trás. O nosso início foi bastante limpo, mais ou menos como pensamos, e estamos muito felizes".

“A partir daí, havia muito pouco vento, e com várias manobras, conseguimos usar algumas rajadas para obter uma pequena vantagem. Ao estarmos À frente podemos decidir quando manobrar e seguir o nosso próprio plano, enquanto aqueles que estão atrasados estão um pouco mais condicionados. Ser o primeiro significou que tivemos um pouco mais de vantagem. Chegamos à linha do vento primeiro e conseguimos separarar-nos dos outros. Foi bom para nós, tivemos sorte e conseguimos seguir o nosso plano como esperávamos ", admitiu o marinheiro cantábrico, indiscutivelmente um dos timoneiros mais respeitados da frota.

#vamosMAPFRE

Volta ao Topo